Rentabilizar sua Loja Virtual

10 DICAS PARA VOCÊ RENTABILIZAR SUA LOJA VIRTUAL

Neste artigo apresento 10 práticas que você deve aplicar o quando antes para rentabilizar sua loja virtual e passar a operar no azul. Vamos lá!

1) Revise seus custos e negocie com seus fornecedores

Esta primeira dica é um conceito básico de finanças, porém muitas vezes pouco aplicada pelos lojistas. Existem duas maneiras de melhorar sua saúde financeira: aumentando a receita ou diminuindo as despesas.

Invista tempo em seu planejamento financeiro (DRE e Fluxo de Caixa). Se não tem um, pare e monte já o seu. Divida em áreas e entenda a proporção (%) que cada grupo de custos representa em sua operação. Muitas vezes você descobre aí onde está indo boa parte do seu dinheiro, e onde você deve priorizar seus esforços.

Com uma operação enxuta, você poderá focar o seu trabalho em aumentar as vendas, e o lucro estará muito mais perto.

2) Antes de tudo, defina suas metas e objetivos

Quando pergunto para alguns lojistas quanto querem vender e em quanto tempo, muitas vezes a resposta é: “O máximo possível, o quanto antes”. Resposta errada!

É importante que você tenha metas e objetivos bem estabelecidos, e que seja um desafio pessoal para você. Isso vai direcionar todo o seu trabalho, e você conseguirá mensurar o sucesso ou insucesso de cada etapa.

Porém é importante que suas metas sejam: Específicas (O quê?), Mensuráveis (Quanto?), Alcançáveis (Como?), Relevantes (Por quê?)e Temporais (Quando?).

Gosto muito dessa frase, de Lewis Carroll, utilizada no livro Alice no País das Maravilhas: “Se não sabes onde quer chegar, qualquer caminho serve.

Dica: Celebre suas vitórias. É importante reconhecer, tanto pessoalmente quanto para a equipe, que os esforços para aquela meta valeram a pena.

3) Recupere seus pedidos não pagos

Essa é uma dica simples, mas que muita gente ainda não coloca em prática. A taxa média de pedidos não pagos é em torno de 25%, ou seja, a cada mil reais vendidos, você fatura apenas R$750,00. Frustrante, não?

O maior esforço você já fez. A pessoa entrou na loja, buscou, encontrou o produto, foi convencida a comprar, finalizou o pedido e no final, por algum motivo, não efetua o pagamento. Os motivos são vários, mas diminuir essa taxa é fundamental para melhorar seus resultados.

Faça um trabalho ativo de recuperação de vendas, envie e-mails na data de vencimento do boleto para lembrar o cliente a realizar o pagamento, permita que o cliente refaça o mesmo pedido, faça um pedido teste para identificar algum problema ou dificuldade no preenchimento dos dados do cartão de crédito. Ou seja, invista em ações para recuperar este pedido já realizado.

4)Aumente seu Tícket Médio

Elevar o ticket médio, pode trazer um aumento significativo em seu faturamento, sem a necessidade de mais investimentos.

Ou seja, se sua loja com X de investimento gera 100 pedidos com tícket médio de R$150,00, se aumentar o tícket para R$180,00, seu faturamento será 20% maior, com o mesmo esforço de mídia.

Para aumentar esse indicador você pode criar diversas ações como kits com 2 ou mais produtos complementares, focar suas campanhas em produtos com valor maior (email mkt, banners, links patrocinados), criar campanhas específicas com benefícios de frete grátis acima de um certo valor (atenção com o impacto do frete grátis em sua margem!), utilizar ferramentas como o up-selling (produtos complementares) ou, por exemplo, oferecer descontos progressivos.

5) Trabalhe produtos de nicho

A facilidade que o cliente digital possui para comparar produtos e preços é inegável. Com isso acabamos enfrentando uma guerra de preços e políticas como parcelamento e frete grátis. Se você quer rentabilizar o seu negócio, não dá pra oferecer frete grátis pra todo mundo e muito menos parcelar em muitas vezes.

Pra fugir disso é necessário que você trabalhe com produtos que os grandes (muitas vezes não preocupados com a rentabilidade, ainda…) não trabalham.

Buscar novos produtos, e especializar-se em nichos que os grandes players não estão investindo, o tornará uma autoridade no assunto, e te permitirá trabalhar dentro de margens e regras de negócio mais saudáveis.

6) Tenha um excelente mix de mídia

A mídia digital é dinâmica, mensurável e muitas vezes perigosa. Digo isso porque é muito fácil perder dinheiro em links patrocinados, ou outras mídias.

Possuir um bom mix de mídia te permite que tome as decisões com base naquilo que está entregando os melhores resultados.

Outra questão importante é que na internet precisamos de um pouco de histórico e testes para analisar os resultados de um investimento. Se concentro todo o meu investimento em apenas uma ou duas mídias, quando os resultados não estiverem satisfatórios, não temos para onde correr. Testar novas mídias quando os resultados não estão bons, prejudicará ainda mais a saúde financeira de seu negócio, do que se você testar enquanto os resultados estão positivos.

7) Utilize o atendimento ao cliente como um canal de vendas

Um dos desafios do e-commerce é a falta de contato direto com o consumidor. Se este resolveu entrar em contato com a sua loja por algum motivo, aproveite para se aproximar e gerar uma relação de confiança.

O atendimento ao cliente deve ser muito mais que um canal para resolver problemas de pagamento, entrega e trocas/ devoluções; ele dever ser um canal de relacionamento e vendas.

Possuir atendentes treinados e com conhecimento dos produtos é essencial. Para conquistar o cliente é preciso aproveitar para fazer o papel do vendedor, explicando os benefícios e diferencias dos produtos, e quem sabe, conseguindo vender um outro produto ou um melhor e mais caro.

Alinhe as expectativas do cliente. Não prometa o que não tem certeza que conseguirá entregar.

8) Surpreenda e fidelize seus clientes

A famosa teoria de que conquistar um cliente é mais caro que mantê-lo, é totalmente aplicável no e-commerce. Invista na fidelização de seus clientes!

Muitas vezes o custo de aquisição de um novo cliente não é rentável em seu primeiro pedido. Será na recompra que você rentabilizará seus esforços.

Para fidelizar o cliente é necessário surpreendê-lo. Capriche na embalagem, envie um cartão de agradecimento, faça um mimo. Se tiver um brinde ou um cupom para a próxima compra, melhor ainda.

Se o seu cliente ao abrir a caixa falar “UAU!”, parabéns, você acaba de ganhar um cliente e não apenas um pedido.

9) Gere uma experiência de compra inesquecível

A experiência de compra do consumidor no e-commerce é desde o momento em que ele acessa o seu site até o momento o qual ele abre a caixa.

É fundamental que você pense em todos esses pontos de contato, e mais do que isso, pense com foco no consumidor. O layout agradável, facilidade em encontrar os produtos, fotos de vários ângulos, descrição técnica e comercial (e emocional!), o check out simples, a qualidade no atendimento, entrega no prazo, embalagem e produto de qualidade, serão fundamentais para gerar uma experiência de compra inesquecível.

Este cliente além de voltar a fazer novos pedidos em sua loja, divulgará para todos os seus amigos e familiares. Empresas rentáveis são aquelas que conseguem fidelizar seus clientes.

10) Ouça o seu cliente!

Você já ouviu o seu cliente hoje? É muito comum vermos empresas tomando suas decisões com base em analytics, especialistas, diretores ou até mesmo no feeling, mas esquecem dos seus clientes.

Tomar decisões com base no cliente, que é quem coloca dinheiro no seu bolso, é essencial para rentabilizar o seu negócio.

Você pode fazer pesquisas simples, com vídeos, ou até mesmo ligar para alguns. Deve-se usar os reviews e depoimentos não apenas para disponibilizar no site, como manda a cartilha da sua plataforma, mas utilize essa informação e faça algo com ela. O que mais encontramos hoje são informações ricas dos clientes, apenas como uma ferramenta de marketing.

Muito mais do que dar um feedback, este cliente está prestando um serviço, gratuito, identificando um possível problema e melhoria que pode, e vai, te ajudar a rentabilizar a sua loja.

Tenha um mindset voltado ao consumidor, crie cliente leais e o sucesso naturalmente virá.