Taxa de Conversão

4 dicas para aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual

O principal desafio de um site de comércio eletrônico é a aumentar a taxa de conversão. Queremos que cada visitante do nosso e-commerce encha o carrinho e finalize sua compra, aumentando seu ticket médio e, consequentemente, a nossa receita. Nesse texto vamos abordar 4 dicas de como aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual.

1. Trabalhe para gerar confiança

A diferença entre a escolha de um site e outro para comprar o mesmo produto não é apenas sobre o preço. Os compradores têm de confiar em seu negócio antes de resolver fazer o cadastro e encher o carrinho.

Verifique no Google Analytics o tempo de permanência que as pessoas ficam sobre as páginas de descrição de produtos, por exemplo. Se há muita gente visualizando a descrição de determinado produto e não comprando, alguma coisa está errada. Seria o texto? Seriam as imagens? Eles têm dúvidas e não conseguem resolvê-las?

Certifique-se de que você dá opções para que o público navegue pelas suas redes sociais e outros canais (blog, site institucional etc) para que possa se sentir confiante e fechar a compra – e mais: certifique-se de que o conteúdo destes canais inspira confiança. Crie uma história para sua empresa!

Enfatize as marcas dos produtos com os quais você trabalha, pois elas também são determinantes na hora da compra.

2. Capriche na experiência do usuário

Como está o visual, as funcionalidades e a experiência do usuário em sua loja virtual?  Um dos aspectos que merecem grande atenção é a velocidade de carregamento das páginas. Um site de carregamento lento é desastroso para as vendas.

Lembre-se que você só tem dois segundos para conquistar as pessoas interessadas em compras. Se o carregamento de alguma página for mais lento, menos confiança sua loja inspira e menores são as chances de vender.

A navegação é outra questão fundamental para que essa experiência seja incrível. Para quem está comprando on-line, pode ser muito frustrante se os produtos não aparecem no lugar mais instintivo durante a navegação. Se a pessoa clica num link esperando ver detalhes técnicos e é direcionada para os benefícios, ou vice-versa, ela já começa a ficar incomodada. Se o problema persistir, provavelmente ela desistirá da compra.

A identidade visual também tem impacto decisivo nas vendas. Prefira um visual clean, e um design de website sem elementos surpresa como banners que pipocam na tela, música que começa a tocar sem ser solicitada etc.

3. Capriche na experiência de compra

Há uma série de pequenos detalhes que precisam ser contemplados para prover uma experiência de compra razoável aos clientes.

Torne as informações facilmente encontráveis e visíveis

Em primeiro lugar, garanta que o campo de busca funciona bem para aumentar a fidelização de clientes, conversões e vendas. Não se trata apenas de informações sobre o produto buscado, mas também sobre produtos relacionados, prazos de entrega, política de devolução etc.

Faça descrições interessantes para os produtos

Evite descrições genéricas. Certifique-se que o texto identifica o produto resolve as dúvidas dos leitores. Não seja totalmente técnico ou totalmente lúdico, busque o equilíbrio.

Vá além do discurso de venda, fornecendo mais conteúdo em profundidade, tais como guias de compradores. Isso também vai ajudar com SEO, pois o Google favorece conteúdos mais bem fundamentados.

Faça vídeos

Um vídeo é uma ótima maneira de mostrar às pessoas o que elas estão comprando e como podem utilizar o produto. E com a crescente importância do vídeo para usuários de mídias sociais, os vídeos atraem a atenção do seu público e otimizam sua loja virtual no ranqueamento do Google.

Neste outro outro post, nós falamos da importância da experiência de compra para a rentabilidade de sua loja virtual, clique aqui.

4. Tenha um cuidado especial com o processo de finalização da compra

Carrinho de compras abandonado é uma questão importante para sites de comércio eletrônico. É por isso que o remarketing – recurso criado pelo Google Adwords para mostrar anúncios da sua loja com mais frequência para quem já visitou a sua loja – tornou-se tão importante (porém com cautela!).

As pessoas abandonam carrinhos de compras por vários motivos: por não terem dinheiro para fazer a compra no momento, porque querem pesquisar na concorrência antes de fechar a compra, porque não querem criar uma conta ou porque o processo de fechamento está muito longo. Às vezes, elas saem por  ter se deparado com uma surpresa desagradável sobre custos de envio ou porque que não podem pagar com o sua operadora de cartão de crédito preferida – ou têm poucas opções de pagamentos.

É importante que o cliente tenha uma visão de qual etapa está percorrendo durante a compra. Ele precisa saber o que está acontecendo e o quanto falta para finalizar a compra. Reduza o número de páginas necessárias para concluir uma transação.

Também é importante garantir que o cliente saiba de antemão se um produto está disponível ou não, mantendo a página de compra simples, sem distrações, mas com informações vitais e comandos de ação, como compre agora, clique aqui para finalizar, não perca essa promoção, oferta por tempo limitado, etc.

Se o cliente quiser, ou precisar sair, facilite para que ele possa retomar sua compra de onde parou.

Conclusão

A lógica da venda online é diferente das lojas físicas. É preciso sempre considerar que quem detém a “direção” da compra, do outro lado da tela, é o consumidor. Por isso, a tarefa de casa do lojista virtual é proporcionar a melhor experiência de navegação e compra ao internauta, cuidando de aspectos como SEO, confiabilidade e usabilidade.

Não importa qual é o tipo de produto ou serviço que a sua loja virtual disponibiliza, a taxa de conversão sempre estará atrelada a estes aspectos, pois não há a figura do vendedor que humaniza o processo com um sorriso e um discurso simpático. Na web, o consumidor precisa – ainda que inconscientemente – se sentir confortável com o que ele vê e com a forma com que as informações estão dispostas.

Siga estas quatro dicas e veja como suas vendas vão melhorar muito!

Se você precisar de ajuda, não deixe de fazer contato conosco. Boas vendas!

BANNER EXPERIENCIA NO ECOMMERCE